Artistas e forrozeiros participam de lançamento da Frente Parlamentar proposta por Fátima Nunes

172

A Frente Parlamentar em Defesa das Matrizes do Forró como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi lançada na tarde desta terça-feira (19). Proposta pela deputada estadual Fátima Nunes Lula (PT), em parceria com os deputados Aderbal Caldas, Bira Corôa e Zó, o evento contou com também a presença de parlamentares, forrozeiros, músicos, artistas, simpatizantes, além da presidente do Colegiado da Bahia, Rozania Macedo.

De acordo com a petista, o processo tramitará na Casa com objetivo de definir e finalizar as Matrizes do Forró. “Demos agora o ponta pé inicial na Assembleia Legislativa da Bahia. A documentação, entre Requerimento, Ata de Fundação e o Estatuto da Frente Parlamentar passará por cada etapa, inclusive a criação do Conselho Executivo e Consultivo. Com isso, debates, palestras, plenárias, eventos acontecerão até que o IPHAN finalize os estudos, aprovando que as Matrizes do Forró torne-se Patrimônio Cultural e Imaterial”, declarou Fátima Nunes.

Para a presidente do Colegiado, esse encontro reforça ainda mais a luta daqueles que realmente defendem o forró e suas matrizes. “Vamos lutar até o fim. Essa frente inicia o processo da nossa luta no parlamento baiano para chegarmos ao nosso objetivo no IPHAN. Estamos trabalhando há cinco anos e teremos nossos esforços compensados, sim. Quando vou para cada encontro, em cada Estado, levo o desejo de cada artista em fazer desse desejo um ato concreto. Agradeço aos deputados pelo apoio, em especial a Fátima Nunes. Em 400 anos de forró no mundo, nunca foi levantado na Bahia uma militância como essa, com organização, planejamento, ações efetivas e representatividade em todo Brasil. Todos estão os militantes estão representados, e continuaremos defendendo o forró”, concluiu Macedo.

Estiveram presentes também no encontro os deputados Gika Lopes, Neusa Cadore e Bobô, além de representantes dos deputados Rosemberg Pinto e Zó. O Requerimento para criação da Frente Parlamentar, foi assinado e apoiado por 28 dos 63 deputados da Casa Legislativa baiana. Após o lançamento da Frente, os artistas fizeram um “arrastão do forró” nos corredores da Alba, chamando ainda mais atenção para a causa, com muita música e forró.

Fonte: Ascom da deputada estadual Fátima Nunes Lula (PT-BA)